quarta-feira, 30 de março de 2011

dois...

Desolada, mas não cansada demais para desistir de tentar. Eu saberei o que procuro quando noite a dentro, docemente houver uma luzinha que me leve de volta para casa. E não importará o tempo e nem a falta que fez, pois você saberá salvar minha mente quando o brilho das respostas nascerem pela manhã. E será,  abrindo e fechando janelas que seu sorriso brilhará os meus. Por isso deixo me fluir.

2 comentários:

AlSan disse...

lindo!! *---* #PoetisaDaNoite!!!rsrs..

Kathy Bz disse...

aaa Obrigada xD Poeta da Noite rsrsr